ICP PROMOVE DEBATE SOBRE AGROTÓXICOS

No domingo (03/11), Dia Mundial da Luta Contra os Agrotóxicos, o Instituto Consciência Planetária – ICP realizou, no Centro Cultural José Rugeri, um importante debate sobre os impactos dos agrotóxicos para o meio ambiente e para a saúde humana.
Através do documentário “O veneno está na mesa”, do cineasta Silvio Tendler, foram trazidas algumas informações importantes para o debate, como por exemplo, o fato de o Brasil ser o maior consumidor da agrotóxicos do mundo, sendo que cada brasileiro consome, em média, 5,2 litros de veneno por ano. O filme que é baseado em dossiê da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), divulgado em 2012, também revela que 28% dos alimentos oferecidos à população brasileira são insatisfatórios para o consumo, por apresentarem índices de agrotóxico acima dos níveis permitidos, o que pode ocasionar diversos problemas de saúde. Por outro lado, são apresentadas várias experiências alternativas ao atual modelo de produção agrícola, destacando-se a produção de base agroecológica, que já é praticada por inúmeros agricultores brasileiros.
De acordo com o naturalista e integrante do ICP, Altemir Berti, “nós, enquanto sociedade brasileira, precisamos pensar em um novo modelo de produção agrícola, que seja baseado na agroecologia, na produção de alimentos saudáveis e no respeito ao meio ambiente”. “Devemos recuperar a soberania alimentar do nosso povo, por isso não podemos ficar reféns das poucas empresas que dominam o mercado das commodities”, conclui Altemir.
Como encaminhamento do encontro, foi lançada a proposta de realizar a exibição do documentário com os diversos setores da comunidade constantinense, como por exemplo, as escolas, agentes e profissionais da saúde, agricultores e extensionistas rurais.

Compartilhe