Circuito Verão SESC de Esportes

O município de Constantina estará realizando neste final de semana, dia 26 de janeiro a etapa municipal do Circuito Verão SESC de Esportes, uma parceria entre Administração Municipal e o SESC.

SESC Verão

Poderão participar atletas do município nas seguintes modalidades esportivas: Futebol de Areia (Masculino e Feminino), Voleibol de Duplas (Masculino e Feminino) e Futevôlei (Masculino).

Fichas de inscrição com Eduardo Valle na sala do CMD, informações pelo telefone (54) 3363 8100.

Garota Verão 2014

As inscrições para o Garota Verão 2014 já estão abertas. As meninas que quiserem participar devem se dirigir até a Prefeitura Municipal de Constantina, as inscrições são gratuitas. Acesse o regulamento. Podem concorrer apenas meninas solteiras, sem filhos e que tenham entre 15 e 20 anos até o dia 23 de fevereiro de 2014.

Garota Verão Savaris

As interessadas menores de 18 anos deverão ter autorização dos pais ou responsáveis para participar. Além de mais informações, o regulamento tem ainda um termo de autorização para acompanhante.

 

Em Constantina a escolha da Garota Verão 2014 será no dia 25 de janeiro na Linha Savaris. Informações 54 3316 9286.

Matrícula para os Cursos de Informática para Internet e Agroindústria no Polo ETEC de Constantina

Polo ETEC de Constantina convoca a efetuar matrícula os alunos inscritos no vestibular dos cursos de Informática para Internet e Agroindústria em 15 de dezembro de 2013.

maticulas

 

As matrículas devem ser efetuadas nos dias 22, 23 e 24 de janeiro de 2014, das 14h às 22h na Escola Santa Terezinha com os seguintes documentos:

 

– Histórico Escolar do Ensino Médio (original e fotocópia) ou atestado de

frequência da 3ª série do ensino médio;

– Carteira de Identidade (original e fotocópia);

– Cadastro de pessoa física – CPF (original e fotocópia);

– Certidão de nascimento ou de casamento (original e fotocópia);

– Título de Eleitor (original e fotocópia), para maiores de 18 anos;

– Comprovante de quitação militar (original e fotocópia), para candidatos do sexo

masculino;

– 02 (duas) fotos 3×4 (recentes). 

Cadastro de Doadores de Medula

Informamos que  estará disponível no Posto de Saúde Central de Constantina, no dia 25 de janeiro, próximo sábado, uma equipe do Hemocentro de Palmeira das Missões cadastrando pessoas que pretendem se tornar doadores de medula óssea.

Chamado 001

O cadastramento ocorrerá durante todo o dia.

Esta é uma excelente oportunidade para aqueles que não podem se deslocar até um Hemocentro para a realização do cadastro.

O procedimento é bem simples, apenas com o preenchimento de um pequeno cadastro e a coleta de 5ml de sangue. É necessário levar o documento de identidade.

 

Importante: Quem já é cadastrado como doador de medula óssea deve manter seu cadastro atualizado sempre que possível, para isso acesse o endereço abaixo e atualize seu cadastro: INCA

 

VOCÊ PODE SER A ÚNICA ESPERANÇA DE VIDA PARA ALGUÉM. TORNE-SE DOADOR! COLOQUE-SE À DISPOSIÇÃO DA VIDA!

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Nota

 

O Município de Constantina vem a público prestar esclarecimento a comunidade, em relação ao divulgado pelo ex-prefeito, senhor Bráulio Zatti, como segue:

 

Diz o senhor ex-prefeito, que a permissão de uso dos bens do Município decorreu de lei e que buscava o estímulo à inclusão em programas habitacionais. Admitiu que a referida cooperativa tem sede em Santa Catarina, na cidade de Chapecó. Disse que os recursos advieram de convênio com o Ministério do Desenvolvimento Agrário. Confessou que o Município deu em contrapartida R$ 13.000,00. Expressou que discordava da atitude dos administradores públicos que extinguiram referida permissão. Encerra alegando que se tratou de ato de ranço político e ideológico.

 

Em nome da verdade, o Poder Público vem esclarecer:

 

a)    Quando da celebração do convênio com o Ministério do Desenvolvimento Agrário, o Município comprometeu-se em ele próprio fazer com aqueles veículos e equipamentos de informática que a população fosse abrangida pelos programas habitacionais do Governo Federal;

 

b)    Ainda, comprometeu-se, que os bens deveriam ficar no território de Constantina, Rio Grande do Sul, e não em Chapecó, Santa Catarina;

 

c)    A entidade que recebeu os bens, a cada financiamento de residência é remunerada pela Caixa Econômica Federal, como comprovado no Inquérito Civil que tramita na Procuradoria da República em Passo Fundo;

 

d)    De outro lado, a informação que a Caixa Econômica Federal repassou para a Procuradoria da República é que foram agenciadas pela Cooperhaf em Constantina menos de vinte (20) casas e não as 420 informadas pelo ex prefeito em sua nota de esclarecimento.

 

e)    Ao contrário do dito, houve o pagamento de R$ 13.000,00 de contra-partida, dinheiro que saiu dos cofres públicos para ceder os bens para a entidade de Santa Catarina, ocasionando prejuízo ao município, para não falar no tempo de utilização dos veículos e equipamentos de informática.

 

f)          Em análise do empréstimo realizado o Tribunal de Contas do Estado já concluiu, através de sua equipe de auditoria que há ilegalidade como se vê do relatório constante no processo número 0646-0200/11-8, disponível para consulta no site daquele Tribunal o que segue:

 

 

Ante o exposto, a Equipe de Auditoria deduz que deva ser negada executoriedade à Lei Municipal nº 2.805/2010, bem como seja providenciado o retorno à Auditada da posse dos bens cedidos à COOPERHAF em face ao descumprimento, por parte do Executivo Municipal  de Constantina, aos princípios constitucionais da legalidade, razoabilidade e eficiência, previstos no caput, do artigo 37 da Constituição Federal e no caput do artigo 19 da Constituição do Estado do Rio Grande do Sul.

 

Assim, somente paixões políticas ideológicas e não a obediência a lei, é que poderiam justificar a permanência dos bens com aquela entidade.

 

Sem sombra de dúvidas o Poder Público jogou para a torcida, pois com certeza a torcida das pessoas de bem, é que o Município abandone as antigas práticas de favorecimento de alguns grupos políticos e não da totalidade da população.

 

Convenhamos, Constantina merece mais! Até Breve!

 

 

 

Poder Público Municipal

Cursos Gratuitos PRONATEC

Cursos gratuitos do PRONATEC, faça a sua inscrição o quanto antes na Assistência Social de Constantina para os cursos de:

 

Auxiliar de Recursos Humanos.

Cuidador Infantil.

Cuidador de Idoso.

 

Informações (54) 3363 2334

Pronatec

União Savaris e 15 de Novembro Sabadin são os Campeões da Taça Rui e Celestino

No dia 5 de janeiro foram realizadas no estádio Telvino Santini as finais do Campeonato Municipal de Futebol de Campo, Taça Rui Burille Dall’gnol e Celestino Armando Savaris.

 

DSCF5950

DSCF5941

 

 

 

 

 

 

 

 

A torcida compareceu em peso e lotou o estádio para acompanhar as decisões nas categorias aspirante e principal.

SabadinDSCF5998

 

 

 

 

 

 

DSCF5999

 

DSCF5893

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pela categoria aspirante o 15 de Novembro Sabadin/Distribuidora de Bebidas Sette que estava afastada dos campeonatos, retornou este ano e na final goleou o Grêmio São Marcos pelo placar de 4 a 1 e conquistou o título inédito para a comunidade. Destaque para a determinação de todos os jogadores dentro e fora de campo e para a torcida que se fez presente.

DSCF5993

O goleiro menos vazado da categoria foi Paulo Pauletti do Grêmio São Marcos.

DSCF5991

O goleador foi Claudinei Passaia do Grêmio São Marcos.

DSCF5995

O troféu disciplina ficou com a equipe do 15 de Novembro Sabadin/Distribuidora de Bebidas Sette.

DSCF5894

A arbitragem foi de Marcio Casteli, Felipe Medeiros e Ismael Mancilia, da Federação Gaúcha de Futebol.

União Savaris

 

DSCF6003

 

 

 

 

 

 

 

DSCF5999

DSCF5924

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Na categoria principal um grande clássico de Constantina, onde o Esporte Clube União Savaris venceu o Internacional de Scolari nos pênaltis por 4 a 2, após o jogo ter terminado em 1 a 1.

DSCF5994

O goleiro menos vazado da categoria foi Maiquel da Silva do União Savaris.

DSCF5992

O goleador foi Eber Cucchi do E. C. Guardinha.

DSCF5996

O troféu disciplina ficou com a equipe do E. C. Guardinha.

DSCF5931

A arbitragem foi de Anderson Daronco da Confederação Brasileira de Futebol.

DSCF6002DSCF6007

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O CMD de Constantina parabeniza a todas as equipes que participaram do campeonato em especial aos finalistas e campeões da Taça Rui e Celestino, da mesma forma todas as pessoas que estiveram no estádio Telvino Santini para prestigiar as finais do campeonato municipal.

 

DSCF5959DSCF5957DSCF5958DSCF5945

CMD/Clube Comercial de Constantina vence a IV Copa Alto Uruguai de Bochas

No dia 29 de dezembro foi realizada a final da IV Copa Alto Uruguai de Bochas, onde o CMD/Clube Comercial de Constantina sagrou-se campeão. Ao todo participaram 14 municípios e a final ocorreu entre CMD/Clube Comercial de Constantina e Linha Encruzilhada de Rio dos Índios.

 

Na final foram disputadas 06 partidas sendo que as últimas 03 foram em Constantina, por que a equipe deste município fez a melhor campanha na primeira fase. No Jogo de ida em Rio dos Índios o placar foi de: J= 12×08 – 10×12 – 12×09; V=02×01; B=34×29 para Rio dois Índios. Jogo de volta em Constantina o placar foi de: 10×12 – 12×04 – 12×03; V=02×01; B=34×19.

Bocha Comercial

Soma geral das bochas: Constantina 63, Rio dos Índios 53. Houve empate em número de vitórias e o título foi decidido pelo saldo de bochas.

 

A premiação foi a seguinte:

 

1° Lugar: CMD/Clube Comercial de Constantina

2° Lugar: Linha Encruzilhada de Rio dos Índios

3° Lugar: Bar do Laumar de São José das Missões

 

Troféu disciplina: Linha Ardengui de Sagrada Família

Troféu melhor ponteiro: Marcelo de São José das Missões

Troféu melhor jogador: Mânica de Rio dos Índios

Troféu melhor batedor: Leomar de Constantina

Liga de Árbitros de Constantina conta com tecnologia padrão FIFA

No mês de dezembro o Vereador Edemar Muneron (PDT) e o membro da liga de Árbitros Dari Ferreira fizeram a aquisição de 2 jogo de bandeira eletrônica no valor de R$ 1,000,00 cada, a qual foi doada para a Liga de Árbitros de Constantina.

Padrão FIFA

As bandeiras eletrônicas já estão sendo utilizadas nos campeonatos da região, facilitando o trabalho da arbitragem nos jogos. Com marcações precisas, agilidade e evitando confusões em campo.

 

Segundo o membro da liga de Árbitros Dari Ferreira, o próximo passo é a aquisição de pontos eletrônicos para a Liga. Com esse sistema de comunicação o árbitro e os dois auxiliares em campo e o reserva trocam informações durante a partida, utilizando rádios numa frequência codificada.

Câncer de pele: prevenção e cuidados

 

câncer de pele é uma doença muito comum, apesar das campanhas de alerta para a prevenção. As radiações ultravioletas do sol alteram o código genético das células e os mecanismos de defesa que protegem a pele contra lesões malignas. Para evitar os diversos tipos de câncer de pele:

 

  • Evite a exposição solar nos momentos mais quentes do dia;
  • Use chapéu tanto na praia quanto ao praticar atividade física ao ar livre;
  • Utilize diariamente protetor solar no rosto, mãos, orelhas e pescoço;
  • Não recorra a solários para ficar com a pele morena;
  • Use sempre óculos de sol que bloqueie os raios de sol agressivos aos olhos (UVA e UVB). 

Câncer 001

É importante considerar que quanto mais claro for o tom da pele, maior deverá ser o fator de proteção solar, porque são maiores as probabilidades de se desenvolver este tipo de câncer de pele em pessoas com pele clara.

 

Fonte: www.sbd.org

 

Como se proteger aplicando o fotoprotetor?

 

O produto deve ser aplicado ainda em casa, e reaplicado ao longo do dia a cada 2 horas, se houver muita transpiração ou exposição solar prolongada. O filtro solar deve ser usado todos os dias, mesmo quando o tempo estiver frio ou nublado, pois a radiação UV atravessa as nuvens. É importante lembrar que usar apenas filtro solar não basta. É preciso complementar as estratégias de fotoproteção com outros mecanismos, como roupas, chapéus e óculos apropriados.

 

Cadastramento Nacional de Usuários do SUS

A Secretaria Municipal de Saúde de Constantina está realizando o Cadastramento Nacional de Usuários do SUS.

sus

Este processo de cadastramento é fundamental para a organização dos serviços de saúde em todo o País e tem como principal objetivo a geração do número do Cartão Nacional de Saúde.

Todos os moradores de Constantina devem se cadastrar e ter em mãos o cartão SUS, independente da idade, classe social, ocupação ou bairro de residência. Mesmo que a pessoa tenha algum plano privado de saúde ela também deve se cadastrar.

Em Constantina o cartão SUS pode ser feito no Posto de Saúde do Bairro São Roque e também no Posto central.

Para fazer o cartão SUS o cidadão precisa levar junto um documento pessoal.

Decisão da Taça Rui e Celestino Será Neste Domingo

Foram realizados no final de semana os jogos da volta das semifinais do Campeonato Municipal de Futebol de Campo Taça Rui Burille Dall’Agnol e Celestino Aramando Savaris, que definiram os finalistas da competição que acontecerá no dia cinco de janeiro no Estádio Telvino Santini na sede do Clube Comercial.

Sabadin

Na categoria aspirante vão decidir o 15 de Novembro/Dist. Bebidas Sete e o Grêmio São Marcos. A equipe do 15 de Novembro derrotou o 13 de Junho Candaten por 3 a 2 e vai em busca de um título inédito para a comunidade. O destaque da partida foi o centroavante Alencar Rossetto que marcou dois gols e sofreu um pênalti. Já o Grêmio São Marcos venceu o Cristo Rei Candaten Alto por 2 a 1 e também garantiu sua vaga na final.

Gol Sabadin

Na categoria principal o União Savaris jogando na casa do E. C. Guardinha venceu por 1 a 0 gol do centroavante Eladio e vai fazer a final com o Internacional da Scolari que venceu o Grêmio São Marcos jogando em casa pelo placar de 3 a 1 com gols de Ian, Sandro Motta e Mauricio Dorigon, descontou para o Grêmio o atleta Naido.

DSCF5867

O Internacional Scolari terá um grande desfalque para a final, o atleta Sandro Motta que após fazer o gol tirou a camisa e recebeu o cartão vermelho, pois já tinha cartão amarelo.

Inter Scolari

A Arbitragem da Categoria Aspirante terá Marcio Castelli (FGF), Ismael Mancilha (FGF) e Felipe Rodrigues (FGF)

Na categoria principal o apito ficará a cargo de Anderson Daronco (CBF), Feilipe Rodrigues (FGF) e Ismael Mancilha (FGF)

arbitro_andersondaronco_ae_lucasprates

Resultados dos jogos do dia 29 de dezembro:

Linha Guardinha
15 de Novembro/Dist. Beb. Sette 3 x 2 13 de Junho Candaten (aspirante)
União Savaris 1 x 0 Guardinha (principal)

Linha Scolari
Grêmio São Marcos 2 x 1 Cristo Rei Candaten Alto (aspirante)
Internacional Scolari 3 x 1 Grêmio São Marcos (principal)

DSCF5866
Final da Taça Rui Burille Dall’Agnol e Celestino Aramando Savaris

Domingo, dia 5 de janeiro.

15 de Novembro/Dist. Beb. Sette x Grêmio São Marcos (Aspirante)
Internacional Scolari x União Savaris (Principal)

Veículos e Equipamentos, que Estavam em Santa Catarina, Voltam Para Servir Inteiramente a Comunidade de Constantina

O Município de Constantina havia no ano de 2010, na Administração Municipal do Prefeito  Bráulio Zatti cedido quatro veículos zero quilometro para a COOPERHAF. Além disso, diversos equipamentos de informática, montando a importância na época de aproximadamente R$ 300.000,00.

DSCF5862

A atual Administração entendeu em notificar a cooperativa, com sede em Santa Catarina para devolução dos bens, para que sirvam a população Constantinense, e também para restabelecer a legalidade, pois já havia investigação sobre o empréstimo junto a Procuradoria da República, Tribunal de Contas da União e também Tribunal de Contas do Estado que entendeu inconstitucional o empréstimo.

DSCF5859

No dia de hoje (27/12) os bens retornaram ao Município, e foi  nomeada comissão para avaliar as condições dos bens entregues e os prejuízos que causou o empréstimo. Concluídos os trabalhos, o município deverá buscar a responsabilização dos responsáveis pelo ressarcimento ao erário público.

DSCF5833

 

Itens que estavam com a COOPERHAF:

I. 04(quatro) automóveis wolkswagem/voyage, 0 km, ano 2010 / modelo 2011, placas: IQX 7548, IQX 7885, IQX 7695 e IQX 7633; motor 1.0, 04 portas; aceleração de 0 a100 km/h; cilindrada 999 cm3; ar condicionado com regulagem mecânica; direção hidráulica; levantador do vidro, dianteiro elétrico, traseiro mecânico, desembaçador do vidro traseiro, banco dianteiro com regulagem de altura LE e profundidade, pintura sólida, compartimento de carga volume mínimo de 480 litros, reservatório de combustível: 55 litros, pneus 175/70/14, apoio de cabeça atrás, apoio de cabeça para bancos dianteiros com regulagem de altura, número máximo de passageiros: 05 pessoas; e demais itens do Código Brasileiro de Trânsito.

DSCF5839

 

II. 01 (um) gabinete Torre; 02 (dois) Processadores Quad-core 2.33Ghz, FSB 1333; 12Mb (doze) Memória Cache (2x6MB) Level 2 cache; 12Gb (doze) Memória DDR2-667 (Fully Buffered DIMMs) (6x2Gb); 01 (uma) Controladora Array 512Mb BBWC RAID 0/1/1+0/5 hot-plug LFF SATA, no mínimo 1 conector externo compatível com unidade externa SAS LTO-4, suporte mínimo 8 drives, 1.5Gb PCI-X; gabinete com capacidade para 6 (seis) discos rígido 3.5″ hot-plug LFF SATA; 06 (seis) Discos rígidos 1Tb hot-plug LFF SATA2 3.5″ 7.2K; 03 (três) Portas de Rede Gigabit Ethernet 10/100/1000 (RJ45); 01 (uma) Placa de vídeo 32Mb; 01 Drive DVDROM; 06 (cinco) Portas USB 2.0 (02 frontais, 02 traseiras, 02 internas); 02 (duas) fontes redundantes hot-plug (100 a 127v); 01 (um) teclado; 01 (um) mouse.

 

III. 01 (um) Gabinete Torre; 01 (um) Processador Dual-core 2.66Ghz, 65W, 1333MHz FSB; 4Mb (quatro) Memória Cache (4 x 1MB) Level 2 cache; 2Gb (dois) Memória Unbuffered PC2-6400 ECC DIMM (1x2Gb); Controladora 6 portas (4 para HDD) SATA2 com RAID 0/1; Gabinete com capacidade interna para 04 discos rígido não hot-plug; 02 (dois) Discos rígidos SATA2 250GB 1.5G 7.2K não hot-plug; 02 (duas) Portas de Rede Gigabit Ethernet 10/100/1000 (RJ45); 01 (um) Drive DVD-RW; 08 (oito) Portas USB 2.0; 01 (uma) Fonte fixa não hot-plug 365W (100 a 127v); 01 (um) teclado; 01 (um) mouse.

DSCF5841

IV. 01 (um) Unidade de Backup LTO-4 Ultrium Externa Capacidade Normal/Compactada: 800Gb/1.6Tb; Buffer de memória: 128Mb; Interface: 3Gb/sec SAS; Transferência: 576Gb/hora ou superior;  Cabo SAS External-Min 2M;

V. 01 (um) Unidade de Backup DAT 160 Externa
Capacidade Normal/Compactada: 80Gb/160Gb; Buffer de memória: 16Mb; Interface: USB 2.0; Transferência: 49.3 Gb/hora;Cabo USB externo;

 

VI. 12 (doze) Cartuchos de Dados 800/1.6Tb RW para Unidade LTO-4 Ultrium;

 

VII. 02 (dois) Cartuchos de Limpeza para Unidade LTO-4 Ultrium;

 

VIII. 12 (doze) Fitas de Dados 80/160Gb para Unidade DAT 160;

 

IX. 02 (dois) Nobreaks, 06KVA ou superior; Senoidal on-line dupla conversão; Microprocessado; 06 (seis) tomadas ou superior; conexão módulo de baterias externas; entrada 220V; saída 115/127V; módulo adicional com 16 baterias 12V x 7Ah ou superior;

 

X. 01 (uma)  Impressora Plotter, Impressão Jato de Tinta Térmico; largura 24 polegadas (A1); alimentação por folha, por rolo e sistema de corte automático; eixo para rolo de papel; cabeça de impressão (4 x 1 cores – ciano, magenta, amarelo e preto); qualidade otimizada em cores até 2400 x 1200dpi; memória 160Mb ou superior; velocidade de impressão (normal) – 55 seg/página A1, 31 impressões tamanho A1/hora; velocidade de impressão (cores, fotografia) – 16 min/página tamanho A1; porta USB 2.0; Porta Ethernet 10/100/1000Mbps;

 

XI. 01 (uma) Impressora Laser Colorida, Qualidade de impressão 600 x 600dpi;
Velocidade em preto 21ppm; Velocidade em colorido 21ppm; Memória 128Mb ou superior; impressão frente e verso; 02 (duas) bandejas (1 multiuso, 1 para 250 folhas A4); porta USB 2.0; porta Ethernet 10/100/1000Mbps; ciclo mensal 40.000 páginas.

DSCF5834

XII.  05 (cinco) Impressora Multifuncional Laser Monocromática, Qualidade de impressão 1200 x 1200 dpi; Velocidade até 33ppm; memória 256Mb;  3 (três) bandejas (01 multiuso, 02 para 500 folhas A4), digitalização em cores com base plana; alimentador automático de documentos; resolução melhorada de digitalização até 600ppp; resolução ótica de digitalização até 600ppp; tamanho da mesa do scanner 21.6 x 29.7cm; formatos dos arquivos digitalizados JPEG, TIFF e PDF; porta USB 2.0;  porta Ethernet 10/100/1000Mbps;  ciclo mensal 75.000 páginas.

 

XIII. 06 (seis) Computadores: Processador Core-duo 2.2GHz, ou superior; cache 1Mb ou superior; barramento 800 MHz ou superior; memória 3Gb DDR2-667MHz ou superior; drive DVD-RW; controladora on-board SATA2 RAID 0/1; 02 Discos rígidos de 320GB 7200RPM SATA II ou superior; 02 Portas Ethernet 10/100Mbps ou superior (RJ45); placa de vídeo on-board compartilhada 32MB ou superior; teclado PS2; monitor LCD 17′ Widescreen, resolução 1440×900 60Hz ou superior; estabilizador 300VA, entrada 115/220v, saída 115v.

 

XIV. 07 (sete) Computadores: Processador Core-duo 2.53GHz, ou superior;
cache 3Mb ou superior; barramento 1066 MHz ou superior; memória 3Gb DDR2-667MHz ou superior; gravador de DVD-RW; disco rígido de 250GB 7200RPM SATA II ou superior; 01 Porta Ethernet 10/100/1000Mbps (RJ45); placa de vídeo on-board compartilhada 64MB ou superior; placa de som on-board; caixas de som (par); mouse óptico 3 botões PS2; teclado ABNT2 PS2; monitor LCD 17′ Widescreen, resolução 1440×900 60Hz ou superior, sistema Operacional Windows XP OEM Professional; estabilizador 300VA, entrada 115/220v, saída 115v.

 

XV. 04 (quatro) Notebook: Processador Core-duo 1.86GHz, ou superior; Cache 1Mb ou superior; Barramento 533MHz ou superior; memória 3Gb DDR2-667MHz ou superior; gravador de DVD-RW; 03 Portas USB 2.0 ou superior; disco rígido de 160GB SATA ou superior; 01 Porta Ethernet 10/100/1000Mbps (RJ45); Fax Modem V.92 56K (RJ11); Placa de vídeo on-board compartilhada até 256Mb; Câmera de 1.3MP e microfone embutidos; Teclado ABNT2; Mouse Touchpad; Leitor de cartão de memória;  Tela 15.4′ Widescreen Cristal Brite, resolução 1280×800 ou superior; Bateria 06 células.

ACISAC Realiza Sorteio da Campanha de Final de Ano

A ACISAC realizou na manhã do dia 27 de dezembro,  o sorteio  da Campanha de Final de Ano da ACISAC (Associação Comercial Industrial Serviços e Agropecuária de Constantina).

DSCF5823

O sorteio deu-se através de bingo realizado na sede da associação, e contou com a participação do Prefeito Municipal em exercício Aluisio Caleffi Valle, do Secretário da Fazenda Hermes Roque Alievi, vereadores e a diretoria da Associação.

DSCF5826

Confira os ganhadores:

5° Prêmio – Ganhador Luiz Gustavo Puccinelli – R$ 500,00 (15.015) Livraria Criativa.

4º Prêmio – Ganhadora Adriana Marcon – R$ 500,00 (93.056) Móveis Signor.

3º Prêmio –  Ganhador Felix Motos – R$ 1.000,00 (78.299) BM Informática.

2° Prêmio – Ganhador Neuri Batistela – R$ 3.000,00 (47.504) Agromaquinas.

1° Prêmio – Ganhadora Katiane Luza – R$ 5.000,00 (32.794) Escritório Rugeri.

Aluisio Valle Assume o Executivo Municipal

Na manhã de quinta-feira, dia 26 de dezembro, foi realizado no Gabinete Municipal o ato de transmissão de cargo, onde assumiu o Executivo Municipal o Presidente do Legislativo, o senhor Aluisio Cesar Caleffi Valle.

DSCF5808

Na oportunidade estiveram presentes o Prefeito Municipal Leomar Behm, Secretários Municipais, Vereadores e lideranças partidárias.

DSCF5810

Aluisio permanece na condição de Prefeito em exercício até o dia 30 de dezembro.

DSCF5809

Semifinais da Taça Rui Burille Dall’Agnol e Celestino Armando Savaris

Semifinais da Taça Rui Burille Dall’Agnol e Celestino Armando Savaris

Domingo, dia 29 de dezembro

Linha Guardinha

13 de Junho Candaten x 15 de Novembro/Dist. Beb. Sette (Aspirante)

Guardinha x União Savaris (Principal)

 

Linha Scolari

Grêmio São Marcos x Cristo Rei Candaten Alto (Aspirante)

Internacional Scolari x Grêmio São Marcos (Principal)

Assistência Social Realiza Confraternização Natalina

A Secretaria Municipal de Assistência Social realizou no dia 20 de dezembro uma confraternização natalina no Bairro São Roque e nas Comunidades Indígenas do Capinzal e Linha Encruzilhada. Onde foram entregues mais de 400 brinquedos, 200 cestas e lanche para as crianças e seus acompanhantes. O Vice-prefeito Fidelvino Menegazzo e sua esposa Cecilia estiveram participando das confraternizações.

Natal AS 001

Neste ano a Secretaria de Assistência Social realizou vários eventos significativos em no município. Gostaríamos de agradecer a todos que de uma forma ou outra participaram da organização, não medindo esforços para oportunizar o melhor a todos. Agradecemos também as pessoas que prestigiaram nossos eventos e dizer-lhes que no ano de 2014 será ainda melhor.

Natal AS 003

Quem é o Natal!

Natal somos nós quando decidimos nascer de novo, a cada dia, nos transformando. Somos o pinheiro de natal quando resistimos vigorosamente aos tropeços da caminhada. Somos os enfeites de natal quando nossas virtudes, nossos atos, são cores que adornam. Somos os sinos do natal quando chamamos, congregamos e procuramos unir. Somos luzes do natal quando simplificamos e damos soluções. Somos presépios do natal quando nos tornamos pobres para enriquecer a todos. Somos os anjos do natal quando cantamos ao mundo o amor e a alegria. Somos os pastores de natal quando enchemos nossos corações vazios com Aquele que tudo tem. Somos estrelas do natal quando conduzimos alguém ao Senhor. Somos os Reis Magos quando damos o que temos de melhor, não importando a quem. Somos as velas do natal quando distribuímos harmonia por onde passamos Somos Papai Noel quando criamos lindos sonhos nas mentes infantis. Somos os presentes de natal quando somos verdadeiros amigos para todos. Somos cartões de natal quando a bondade está escrita em nossas mãos. Somos as missas do natal quando nos tomamos louvor, oferenda e comunhão. Somos as ceias do natal quando saciamos de pão, de esperança, qualquer pobre do nosso lado. Somos as festas de natal quando nos despimos do luto e vestimos a gala. Somos sim, a Noite Feliz do Natal, quando humildemente e conscientemente, mesmo sem símbolos e aparatos, sorrimos com confiança e ternura na contemplação interior de um natal perene que estabelece seu Reino em nós. Obrigado Jesus! Por vossa luz, perdão e compreensão.

Natal AS 002

A Secretaria Municipal de Assistência Social de Constantina

Desejamos a todos um Feliz e abençoado Natal e que todos os seus sonhos se realizem nesse novo ano que se inicia.

Taça Rui Burille Dall’Agnol e Celestino Armando Savaris

Resultado dos jogos de ida das semifinais da Taça Rui Burille Dall’Agnol e Celestino Armando Savaris
Sábado, dia 21 de dezembro

Linha Savaris

15 de Novembro/Dist. Beb. Sette 2 x 0 13 de Junho Candaten (Aspirante)

União Savaris 3 x 2 Guardinha (Principal)

 

Domingo, dia 22 de dezembro

Linha São Marcos

Cristo Rei Candaten Alto 0 x 5 Grêmio São Marcos (Aspirante)

Grêmio São Marcos 0 x 1 Internacional Scolari (Principal)

Circuito Verão SESC de Esportes

O município de Constantina estará realizando no dia 26 de janeiro a etapa municipal do Circuito Verão SESC de Esportes, uma parceria entre Administração Municipal e o SESC.

Poderão participar atletas do município nas seguintes modalidades esportivas: Futebol de Areia (Masculino e Feminino), Voleibol de Duplas (Masculino e Feminino) e Futevôlei (Masculino).

Informações com Eduardo Valle na sala do CMD, ou pelo telefone (54) 3363 8100.

SESC Verão

 

CIRCUITO VERÃO SESC DE ESPORTES – 2013/2014

 

REGULAMENTO GERAL

 

I. DA COMPETIÇÃO

II. DA COORDENAÇÃO

III. DAS FASES DA COMPETIÇÃO

IV. DAS INSCRIÇÕES E PARTICIPAÇÕES

V. DA PREMIAÇÃO

VI. DA ARBITRAGEM

VII. DA IDENTIFICAÇÃO

VIII. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

 

REGULAMENTO TÉCNICO

 

I. DO BASQUETEBOL DE AREIA

II. DO FUTEBOL DE AREIA

III. DO HANDEBOL DE AREIA

IV. DO VOLEIBOL DE DUPLAS

V. DO FUTEVÔLEI

 

REGULAMENTO GERAL

 

CAPÍTULO I – DA COMPETIÇÃO

 

Art. 1º – Este regulamento contém o conjunto das disposições que regerão as disputas do Circuito Verão SESC de

Esportes –2013/2014.

Art. 2º – O Circuito Verão SESC de Esportes é uma promoção conjunta do SESC/RS e Jornal Correio do Povo.

Art. 3º – A competição tem por objetivo proporcionar as comunidades gaúchas atividades esportivas e de lazer

relacionadas com esportes de verão, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida dos participantes.

Art. 4º – Os atletas participantes do Circuito Verão SESC de Esportes deverão ter idade mínima de 16 anos

completos no momento da inscrição.

Art. 5º – Poderão participar das disputas todas as pessoas interessadas e previamente inscritas, pois a competição

é aberta à comunidade, desde que seja atendida a determinação constante do artigo 4º.

Art. 6º – O Circuito de Verão SESC de Esportes –2013/2014, será realizado nas seguintes modalidades esportivas:

a) Basquetebol de Areia Masculino

b) Basquetebol de Areia Feminino

c) Beach Soccer Masculino

d) Beach Soccer Feminino

e) Handebol de Areia Masculino

f) Handebol de Areia Feminino

g) Voleibol de Duplas Masculino

h) Voleibol de Duplas Feminino

i) Futevôlei Masculino

 

CAPÍTULO II – DA COORDENAÇÃO

 

Art. 7º – A coordenação geral do Circuito Verão SESC de Esportes – 2013/2014, será órgão máximo durante a

realização do evento, tendo como membros:

a) Gerente de Esporte e Lazer,

b) Coordenador Técnico de Esportes da GEL,

c) Gerentes de UO’s.

Art. 8º – Será de competência da coordenação geral do Circuito Verão SESC de Esportes – 2013/2014:

a) Coordenar a execução do evento,

2

b) Indicar os Coordenadores Regionais da competição,

c) Zelar pelo cumprimento do presente regulamento.

Art. 9º – Subordinadas à Coordenação Geral funcionará a Comissão Técnica e Executiva.

Art. 10º – A Comissão Técnica e Executiva será constituída pelo Coordenador Técnico de Esportes da Gerência de

Esporte e Lazer, pelos Gerentes de Unidades e pelos Coordenadores Regionais da competição.

Art. 11º – Será de sua competência:

a) Designar os locais de competição em conformidade com a programação elaborada;

b) Fiscalizar a aplicação e o cumprimento deste Regulamento e das Regras Oficiais das Federações

Desportivas em vigor, para cada modalidade, que serão utilizadas complementarmente nos casos em

que este regulamento for omisso;

c) Providenciar árbitros e demais oficiais para as diversas modalidades;

d) Prestar esclarecimentos e tomar as decisões em assuntos referentes a questões técnicas;

e) Verificar a qualidade dos materiais utilizados na competição;

f) Homologar os resultados e a classificação do Circuito Verão Gaúcho de Esportes – 2013/2014,

oficializando o campeão e o vice-campeão de cada modalidade;

g) Expedir atos administrativos, a fim de demandar questões pertinentes aos jogos;

h) Transferir ou suspender partidas ou provas programadas;

i) Decidir quanto à conseqüência técnica das interrupções de partidas, determinadas pelos árbitros;

j) Proceder à convocação dos Congressos Técnicos estabelecendo datas, horários e locais;

k) Resolver os casos omissos de natureza técnica.

Art. 12º – A Comissão Disciplinar será formada pelos seguintes membros:

Em 1ª Instância:

a) Colaboradores do SESC/RS responsáveis pela realização das etapas Municipais do Circuito.

b) Gerentes de Unidades Operacionais que realizarem etapas da competição

c) Gerentes de Hotéis que realizarem etapas da competição

Em 2ª Instância:

a) Assessora Jurídica do SESC/RS

b) Gerente de Esporte e Lazer do SESC/RS

c) Coordenador técnico da área de esportes do SESC/RS

Art. 13º – Caberá a comissão disciplinar:

a) Impor as medidas disciplinares adequadas aos casos concretos após o julgamento dos fatos, imputando

as devidas penalidades de acordo com o Código Desportivo do SESC/RS.

b) Resolver os casos omissos de natureza disciplinar que venham a ocorrer durante a realização da

competição.

 

CAPÍTULO III – DAS FASES DA COMPETIÇÃO

 

Art.14º– Os jogos do Circuito Verão sesc de Esportes – 2013/2014, serão realizados nas seguintes fases:

  • · Fase Municipal
  • · Fase Final

Art. 15º – A Fase Municipal será realizada no período de 15 de dezembro de 2013 a 02 de março de 2014.

Art. 16º – A Fase Municipal poderá ser realizada nas cidades com Unidades Operacionais e em municípios da área

de jurisdição das Unidades Operacionais.

Art. 17º – Cada Unidade terá destinadas as quantidades de vagas para cada modalidade conforme planilha

divulgada no site do Sesc.

Art. 18º – A Fase Municipal classificará o campeão de cada modalidade e naipe para a Fase Final; sendo que as

equipes e seus atletas que já estiverem classificados não poderão participar em nenhuma outra etapa

Municipal (este controle deverá ser feito pelos coordenadores Municipais).

Parágrafo Único: As Etapas Municipais somente poderão ocorrer, caso tenham no mínimo 02 equipes

inscritas na modalidade (nenhuma equipe poderá ser convidada para participar dos jogos).

3

Art. 19º – A Fase Final será disputada nos dias 15 e 16 de março de 2014, na cidade de Torres-RS.

Art. 20º – Participarão desta fase os campeões das Fases Municipais em cada categoria e naipe.

Art. 21º – O Sesc subsidiará, para as equipes campeãs, transporte para o deslocamento até Torres. As despesas de

hospedagem e alimentação correrão por conta dos atletas ou equipes.

Art. 22º – Na hipótese de impossibilidade de participação na Fase Final, de uma equipe classificada na Fase

Municipal, terá direito a vaga a equipe classificada em 2º lugar. Se esta também estiver impossibilitada a vaga será

repassada para a 3ª colocada e assim sucessivamente até que se tenha o representante para a Fase Final.

 

CAPÍTULO IV – DAS INSCRIÇÕES E PARTICIPAÇÕES

 

Art. 23º – As inscrições estarão abertas a partir de 15 de dezembro de 2013 e serão feitas em formulário padrão

SESC/RS disponibilizado pela UO ou no site www.sesc-rs.com.br.

Excepcionalmente será autorizada a inclusão ou substituição de atletas nas hipóteses abaixo

considerando o total para a fase municipal e final:

* Futebol de areia – até 03 atletas

* Handebol de areia – até 02 atletas

* Basquete de areia– até 02 atletas

* Volei de duplas– até 01 atleta

* Futvolei – até 01 atleta

§ Primeiro – Caso a ficha de inscrição da equipe não estiver completa, a mesma poderá completar a ficha

de inscrição após o término da etapa municipal ou antes da 1ª partida da fase final. Durante a etapa

municipal ou final a ficha de inscrição não poderá ser alterada.

§ Segundo – As equipes e/ou atletas que não utilizarem o transporte subsidiado pelo Sesc poderão

substituir atletas inscritos, de acordo com o n° de substituições citadas no artigo acima, até o início do

primeiro jogo em ambas as fases (mediante apresentação de documento de identidade do atleta que será

inscrito).

§ Terceiro – As equipes e/ou atletas que utilizarem o transporte subsidiado pelo Sesc terão a possibilidade

de substituir até as 18h do dia 11 de março de 2014 (ou data equivalente em caso de mudança de data).

Equipes e/ou atletas que não cumprirem o prazo não poderão utilizar o transporte subsidiado pelo SESC,

devendo deslocar-se de transporte próprio. As equipes e/ou atletas que não utilizarem o transporte deverão

formalizar sua desistência através e-mail ou ofício junto ao SESC, caso contrário não terão condições de

jogo.

Art. 24º– Nas fases municipais e finais o número máximo de atletas por equipe será o seguinte:

  • · Basquetebol de areia – 08 atletas mais o técnico
  • · Futebol de Areia – 10 atletas mais o técnico
  • · Handebol de Areia – 10 atletas mais o técnico
  • · Voleibol de Duplas – 02 atletas
  • · Futevôlei – 02 atletas

 

CAPÍTULO V – DA PREMIAÇÃO

 

Art. 25º – A Fase Municipal terá a seguinte premiação:

Medalhas de 1º, 2º e 3º lugares por modalidade e naipe.

Art. 26º – A Fase Final terá a seguinte premiação:

Medalhas e Troféus de 1º, 2º e 3º lugares por modalidade e naipe.

 

CAPÍTULO VI – DA ARBITRAGEM

 

Art. 27º – A arbitragem da Fase Municipal deverá ser por empresas cadastradas para arbitrar na Unidade

responsável pela realização da competição, respeitando as normas de contratações vigentes.

4

Art. 28º – A arbitragem da Fase Final será contratada pela Gerência de Esporte e Lazer, respeitando as normas de

contratações vigentes.

Art. 29º – No caso de protesto das equipes e após julgamento o SESC poderá vetar a participação de árbitros que

tenham apresentado atuação insatisfatória, respeitando as normas vigentes em contrato.

Art. 30º – Será responsabilidade do árbitro principal de cada jogo a elaboração do relatório da partida na súmula do

jogo, se necessário.

 

CAPÍTULO VII – DA IDENTIFICAÇÃO

 

Art. 31º – Em todas as etapas os atletas e membros da comissão técnica deverão apresentar:

Carteira de identidade;

– Carteira de motorista;

– Passaporte;

– Carteira de trabalho com foto;

– Cartão do Sesc (com foto);

– Outros documentos não serão aceitos.

 

CAPÍTULO VIII – DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

 

Art. 32º – Os protestos e solicitações das equipes somente serão aceitos por escrito, com a assinatura do

responsável pela equipe e se encaminhados no prazo máximo de meia hora após o término do jogo ou partida que

originou o mesmo.

Parágrafo Único: Protestos encaminhados fora do prazo acima citado ou que não estejam de acordo com a

exigência serão sumariamente rejeitados.

Art. 33º – Para a Fase Final as delegações das Regionais deverão ser acompanhadas por um guia de turismo

credenciado pelo Sesc.

Art. 34º– As equipes e atletas inscritos e que não comparecerem em um ou mais jogos nas fases municipal e final

serão penalizadas com a não participação no ano seguinte (salvo as equipes que informarem a organização da não

participação no seu 1º jogo, por escrito ou e-mail ao Sesc). Será de responsabilidade de cada Unidade Operacional

realizar o monitoramento dos atletas impedidos de participarem por terem incorrido nesta penalização.

Art. 35º – Se no início ou no decorrer da Competição na fase municipal ou final alguma equipe perder de WO, a

mesma estará automaticamente desclassificada; seus resultados jogados até o momento serão mantidos e os

jogos não realizados o resultado será de 1 x 0 para o adversário, não considerando gols feitos e sofridos para efeito

de critérios de desempate, permanecendo os cartões aplicados nos jogos realizados, e a mesma estará sujeita a

penalização prevista no Art. 34º.

Parágrafo único O tempo de espera para “WO” será de 15min. Se os jogos forem com horários

marcados, este tempo será aplicado a todos os jogos, porém, se somente o 1º jogo da rodada tiver horário

marcado, este tempo será aplicado apenas para este jogo, com os demais jogos acontecendo na ordem

prevista.

Art. 36º – Todas as penalidades aplicadas no Circuito Verão SESC de Esportes, serão julgadas de acordo

com o Código Desportivo SESC, localizado no endereço abaixo:

CODIGO DESPORTIVO: http://www.sesc-rs.com.br/qualidade/torneios/index.htm

FICHA DE INSCRIÇÃO: https://www.sesc-rs.com.br/circuito/fichadeinscricao.htm

REGULAMENTO: https://www.sesc-rs.com.br/circuito/regulamento.htm

 

REGULAMENTO TÉCNICO

 

CAPÍTULO I – DO BASQUETEBOL DE AREIA

 

Art. 1º – A modalidade de Basquetebol de areia será disputada na categoria masculino e feminino e

desenvolvida pelo disposto neste regulamento e complementarmente pelas disposições das regras oficiais da

modalidade.

Art. 2º DURAÇÃO DO JOGO – O jogo consistirá em 2(dois) tempos de 10(dez) minutos cada, com intervalo

entre eles de 5(cinco) minutos. O cronômetro será travado apenas em tempos debitados, execução de

lances-livres e quando for solicitado pela arbitragem.

Art. 3º TEMPO DEBITADO – Cada equipe terá direito a 1(um) tempo debitado de 1(um) minuto, a cada

meio-tempo.

Art. 4º EMPATE E PERÍODOS EXTRAS – Se um empate for verificado ao final do segundo meio-tempo, o

jogo será decidido em um período extra, através do critério de morte súbita, com a equipe marcadora da

primeira cesta nesse período sendo considerada vencedora, independente do valor da cesta.

 

CAPÍTULO II – DO BEACH SOCCER

 

Art. 1º – A modalidade de Beach Soccer será disputada na categoria masculino e feminino e desenvolvida

pelo disposto neste regulamento e complementarmente pelas disposições das regras oficiais da modalidade.

Art. 2º – Em caso de empate no tempo regulamentar (Semifinais ou Finais) haverá cobranças alternadas de

pênaltis (três para cada equipe). Em persistindo o empate haverá cobranças alternadas até que se chegue a

um vencedor.

Art. 3º– Na Final Estadual o tempo de jogo será de 20 minutos corridos, divididos em dois períodos de 10

minutos, cada equipe terá o direito de 1 tempo por período de 1 minuto.

Art. 4º– Todos os atletas terão que estar inclusos na súmula antes do início das partidas, pois não serão

permitidas inclusões após o início das mesmas.

Art. 5º– Qualquer caso omisso a este regulamento será decidido pela Comissão Organizadora.

Art. 6º – Na Final Estadual a forma de disputa será decidida pela Comissão Organizadora não cabendo

qualquer recurso por parte das equipes.

Art. 7º – Havendo duas ou mais equipes empatadas no número de pontos ganhos na fase, serão

obedecidos os critérios abaixo:

1. Confronto direto

2. Número de vitórias

3. Menor número de gols sofridos

4. Maior número de gols feitos

5. Saldo de gols

6. Sorteio

 

CAPÍTULO III – DO HANDEBOL DE AREIA

 

Art. 1º– A modalidade de Handebol de Areia, será disputada nas categorias masculino e feminino e

desenvolvida de acordo com as regras da CBH e pelo que dispuser este regulamento.

Art. 2º– O tempo de jogo na Final Estadual será de 20 minutos corridos, divididos em dois períodos de 10

minutos, cada equipe terá direito de 1 tempo com duração de 1 minuto em cada período.

Art. 3º – Se cada equipe vencer um tempo, significa que a partida está empatada. Uma vez que, sempre

temos que ter um vencedor, será utilizado, neste caso, o sistema de Shoot Out (Um contra o goleiro).

Art. 4º – Não haverá tempo disponível para aquecimento das equipes em quadra. O mesmo deverá ser

realizado antes dos jogos com bolas ou outros materiais próprios trazidos para tal.

Art. 5º – Os atletas participantes dos jogos deverão estar relacionados em súmula antes do início dos

mesmos. Após este período não serão feitas inclusões.

Art. 6º – A pontuação adotada será:

  • · Vitória: 02 pontos;
  • · Derrota: 00 pontos.

Art. 7º – Havendo duas ou mais equipes empatadas no número de pontos ganhos, serão obedecidos os

seguintes critérios:

1. Confronto direto entre duas equipes;

2. Maior número de vitórias;

6

3. Saldo de Sets (Diferença entre positivo e negativo);

4. Set Average (Quociente entre o positivo e negativo);

5. Menor número de gols sofridos, entre todos os jogos do grupo; (Não serão contabilizados

os gols sofridos na disputa de um contra o goleiro).

6. Sorteio.

 

CAPÍTULO IV – DO VOLEIBOL DE DUPLAS

 

Art.1º A modalidade de Voleibol de Duplas será disputada nas categorias masculino e feminino e

desenvolvida de acordo com o disposto neste regulamento e complementarmente pelas regras da CBV.

Art.2º– O jogo será disputado em um set de 21 pontos, virando a disputa no 10º ponto marcado por qualquer

uma das equipes.

Art.3º – Todos os sets serão disputados sob a forma de rallie até 21 pontos ganhos, sendo necessários 02

pontos de diferença para a vitória no set.

Art.4º– Na Final Estadual não haverá tempo disponível para aquecimento das duplas em quadra. Cada

equipe terá direito a 1 tempo por partida.

Art.5º – Os atletas participantes dos jogos deverão estar relacionados em súmula antes do início dos

mesmos. Após este período não serão feitas inclusões

Art 6º – Será obrigatório para as duplas a utilização em todas as fases de camisetas iguais e com

numeração.

Art.7º– Havendo duas ou mais equipes empatadas no número de pontos ganhos, serão obedecidos os

critérios de desempate apresentados a seguir:

1. Maior número de vitórias na fase

2. Set’s average

3. pontos average

4. confronto direto

5. Sorteio

 

CAPÍTULO V – DO FUTEVOLEI

 

Art.1º A modalidade de Futevolei será disputada na categoria masculino e desenvolvida de acordo com o

disposto neste regulamento e complementarmente pelas regras da CBFv.

Art.2º – Todos os sets serão disputados sob a forma de rallie até 18 pontos, com virada em múltiplos de 06,

sendo necessários 02 pontos de diferença para a vitória no set.

Art.3º– Na Final Estadual não haverá tempo disponível para aquecimento das duplas em quadra. Cada

equipe terá direito a 1 tempo por partida.

Art.4º – Os atletas participantes dos jogos deverão estar relacionados em súmula antes do início dos

mesmos. Após este período não serão feitas inclusões

Art. 5º – Será obrigatório para as duplas a utilização em todas as fases de camisetas iguais e com

numeração.

Art 6º – Havendo duas ou mais duplas empatadas no número de pontos ganhos, serão obedecidos os

critérios de desempate apresentados a seguir:

1. Confronto direto

2. Maior número de vitórias na fase

3. Maior número de pontos feitos na fase

4. Menor número de pontos sofridos na fase

5. Sorteio

Isenção de ICMS para Veículos Adquiridos por Deficientes e que são Conduzidos por Terceiros

A través da Frente Parlamentar em Defesa das Pessoas com Deficiência, foi conquistada a isenção de ICMS para veículos adquiridos por deficientes, conduzidos por terceiros, através do convênio do CONFAZ Nº 38/2012 – Decreto Nº 50.000/12, sendo que já havia desconto para IPI.

isencao_ICMS-400x300

As pessoas interessadas devem procurar a unidade de atendimento da Receita Federal (IPI) e Receita Estadual (ICMS) mais próxima para concessão das certidões.

Para informação, segue protocolado e tramitando na Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul, o Projeto de Lei 193/2012 que propõe a isenção do IPVA na mesma situação.